domingo, setembro 24, 2006

Domingo

8 e picos: liguei a Baby TV. A minha filha pede o Ruca (que acho que é um boneco careca que dá no Panda, mas não estava a dar). Mantenho no Baby TV, deixa-a mais calma. E o que a deixa mais calma, deixa-me mais calmo.
Nota mental: não comprar nada do Ruca. Já me basta a bola do Noddy, a mochila do Noddy, a metralhadora do Noddy (esta é mentirinha, é)...
9 e picos: estudei a receita do Jamie Oliver. Escrevi a lista de compras.
Nota mental: nunca mais comprar livros de cozinha em inglês. Traduzir nomes de especiarias e alguns vegetais é um pesadelo.
10 e picos: acordei a minha mulher, com a ajuda da minha filha. Um mosh vigoroso did the trick.
Nota mental: nunca mais acreditar que a minha mulher vai só fechar os olhos um bocadinho. Pensando melhor, eu nunca acredito. Ela merece dormir mais um bocadinho.
11 e picos: Fui ao Carrefour, com a lista de compras. Pareceia que estava numa pista de stock cars, mas sem capacete, nem cinto de segurança.
Nota mental: a próxima vez que me lembrar de ir a um hipermercado num domingo de manhã, bater com a cabeça na parede repetidamente até desmaiar.
12 e picos: Em casa, sozinho. Esmaguei o alho, com a salsa, a noz moscada, a pimenta, sal, e junto à manteiga. Furei as duas maças, e enchia-as com a pasta amanteigada. Cozi um bocadinho as cenouras e a cebola. Dei uma leve fritada no lombo de porco. Besuntei o porco com o resto da pasta. As cenouras, a cebola, as maçãs e o lombo de porco foram no tabuleiro, e lá vai ele para o forno a 220º. Os legumes (courgettes e beterraba) foram para dentro do steamer, e por cima do tacho com a água a ferver. Decantei o vinho.
Nota mental: acho que o lombo não tinha sal suficiente.
13 e picos: a minha filha não gosta muito do arroz de polvo que lhe demos, enquanto o nosso lombo ainda assava.
Nota mental: não me mostrar muito orgulhoso quando a minha filha não gosta de arroz que não seja apenas de manteiga, tal e qual como o pai.
14 e picos: servi o lombo, com a maça (inteira), os legumes (vaporizados) e as cenouras. E o vinho. Tinto. Douro. Casa Ferreirinha. Reserva. Espectáculo.
Nota mental: o meu lombo ficou bom comó catano. E as cenouras, com sabor a maçã.
15 e picos até agora: chove. Ficamos abraçadinhos no sofá - ok, a minha filha basicamente esteve sempre aos saltos no sofá - e vimos o Conan (o O´Brien e não o Bárbaro), o Breakfast Club, o Frasier (eu ainda espreitei o Espaço 1999, mas a minha mulher grita sempre que estou a ver isto), a Darma e o Greg, o Seinfield, um bocadinho do Barcelona- Valência (e jantámos o belo do salmão grelhado, com legumes, mais uma vez, steamed).
Nota mental: há poucas coisinhas melhores que um domingo esparremado no sofá. A repetir um fim-de-semana destes.
NG

2 Comments:

Blogger Ana said...

Sem dúvida. Fim-de-semana desses todos queremos ***

10:37 da tarde  
Blogger Pedro said...

Visita o meu blog para encontrares aquilo que será em breve uma lista de compras

Bom e barato é o mote:

www.bomebarato.blogspot.com

4:54 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home