segunda-feira, maio 29, 2006

Rui Costa e os "profissionais"

"Somos (sou) profissionais (profissional)" é talvez a frase do futebolês que mais me irrita. Ser profissional é o mínimo dos mínimos em qualquer profissão. E o mínimo dos mínimos no futebol não chega. Mas o pior desta frase é servir de justificação para actos puramente mercenários. Como o FDP quando foi com o Pacheco para o Sporting. Ou como o Figo quando se rendeu às pesetas. Foram ambos "profissionais". É também por isso que anseio pela saída do Simão da Luz. "Simão, o plantel está motivado?". "Nós somos profissionais", diz o gajo com aquela voz nasalada enquanto esfrega o novo penteado com a tatuagem da mariana.

Rui Costa não é um "profissional". É um gajo que adora jogar à bola e que se entrega aos clubes onde joga. É por causa de gajos destes que merece a pena gostar de futebol. Os "profissionais" que se f....... .

NG

4 Comments:

Anonymous rg said...

um senhor esse.

4:50 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Very pretty site! Keep working. thnx!
»

7:59 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

I say briefly: Best! Useful information. Good job guys.
»

3:32 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

This site is one of the best I have ever seen, wish I had one like this.
»

7:18 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home