terça-feira, maio 02, 2006

Forget Paris

Voltei a Paris, 13 anos depois. Tive a mesma sensação: é um povo fechado sobre si mesmo. As ultimas notícias suportam isto, vincando a resistência à mudança, como na defesa absoluta da PAC ou nas manifestações ruidosas contra o CPE.
Nas ruas, nos transportes públicos, nos cafés, vi caras viradas para baixo. Nada de estranhar numa grande cidade, dirão. Mas, como andei sempre com a minha filha, vi um lado diferente. Ela levou sorrisos de italianos, espanhois, americanos, e de outros cuja nacionalidade não consegui identificar. Mas nem um sorriso, um que fosse, de um francês.
Um povo que se recusa a mudar, não tem grande futuro. Mas um povo que não gosta de crianças, não tem futuro algum. O que se passa com os parisienses?

NG

5 Comments:

Anonymous rg said...

quando eu p'ra lá for, SE p'ra lá for, tudo vai mudar!!! :D

8:51 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Vais para paris? Quero saber...

bjs
"softia"

10:26 da manhã  
Blogger Gaguinho said...

gajos que não sorriem às crianças e que levam o pão para casa encostadinho ao sovaco não podem ser de confiança.

12:38 da tarde  
Blogger Elora said...

Estes gauleses são doidos?!

2:39 da tarde  
Anonymous rg said...

softia:
vamos la ver! o erasmus ta na moda ;)
bjs

10:42 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home