quarta-feira, janeiro 18, 2006

Algum dia tinha que ser

E foi hoje. Uma semana depois da entrada da Pim-Pim no Colégio, hoje foi o dia que eu já esperava e não queria que viesse. Hoje foi o dia em que depois da distracção habitual por parte das educadoras e auxiliares, ela chorou. Dobrei a esquina do pequeno corredor e pus-me à escuta para se ver se passava, se era só um chorinho que passava logo logo a seguir. Mas não. Imberbe que sou nestas coisas, ainda ponderei voltar para trás. Volto? Não volto? Se volto choro. Não volto. Não voltei. Saí do colégio direito ao carro numa intermitência de nó-na-garganta / aperto-no-coração / choro-miudinho. O choro miudinho já passou. O resto não. Algum dia tinha que ser. E foi hoje. Dói.......... dói como tudo. Dói tanto.

PS - a minha mulher já ligou e a Pim-Pim já está bem. Mas o nó-na-garganta / aperto-no-coração / ainda aqui anda.

2 Comments:

Blogger Sandra said...

olá.

E eu a pensar que só as mulheres conheciam esse sentimento de nó-na-garganta numa situação dessas.

Se dói??? Ah..pois dói, e de que maneira..

1 abraço
Sandra (ps: tenho um blog novo)

12:56 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Best regards from NY! » »

9:52 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home