quinta-feira, junho 01, 2006

Senhores do Futebol

Gostei do regresso do Rui Costa. Sempre gostei do Rui Costa. Do seu futebol, da sua classe, mas acima de tudo, da sua postura dentro e fora de campo. É um excelente profissional e um homem apaixonado, neste caso pelo seu Benfica. Nos dias que correm o amor pelo clube vai sendo coisa rara e quando assistimos a regressos emocionados como o que vimos na semana passada, o romantismo deste maravilhoso jogo volta a assumir o protagonismo que um dia foi seu. eu fico contente pelo Maestro estar de volta ao nosso futebol. Apesar dos seus 33 anos e 12 edições da Série A nas pernas, será certamente uma pincelada de elegância e subtileza no nosso futebol.
Outro Senhor do Futebol, que andou por estes dias nas bocas de muita gente, é, sem dúvida alguma Carlos Queiroz. Muito se disse e se escreveu sobre o Professor que um dia resolveu tirar o futebol português da insignificância, para o passar para as primeiras páginas dos manuais sobre o Desporto Rei. Muto sinceramente não percebo como se pode falar de forma tão depreciativa sobre o homem que mudou a história do futebol português. É legítimo que se tenha a pretensão de achar que o Carlos Queiroz não é o treinador ideal para o nosso clube, mas daí a menosprezar o responsável pelas únicas conquistas de vulto das nossas selecções, e atenção que estamos a falar apenas e só de 2 campeonatos do mundo e 3 ou 4 campeonatos da europa, vai um enorme e disparatado passo.
Numa altura em que se fala tanto da harmonia do sistema implementado pela Federação Francesa, que tantas alegrias tem trazido aos Blue, se calhar seria oportuno falar da influência que o "desprezível" professor teve nesse fabuloso sistema francês. É que, para quem não sabe, os franceses vieram a Portugal aprender com Carlos Quieroz. Eles próprios, sem qualquer pudor, assumiram-no.
Teimamos em não gostar ou respeitar aquilo que é nosso. É uma pena que assim continue a ser.
Gabriel Al Vez

5 Comments:

Blogger Gaguinho said...

Caro Gabi

Acho que bocelência confunde na sua harmoniosa e sempre escorreita escrita, duas coisas que, em meu modesto entender, não se confundem.
Por um lado, o sentimento muito próprio de quem vive um símbolo na camisola. É uma paixão que se tem, uma coisa que poucos – ou nenhum – poderá explicar de forma racional. É porque se é. Não é por jogar assim ou assado, ganhar muito ou ganhar pouco. É simplesmente porque se é. E ao ser, opina-se de forma raçuda, sem pudor, com paixão. Dão-se murros na mesa. Grita-se e sofre-se. Fica-se mal disposto, sem fome, com fome, com ganas, mortiço. Um jogo de bola mexe com um gajo caraças. E não se explica.
Outra coisa é o sentimento que por estas paragens – se a memória não me atraiçoa – não é coisa que se veja. Gosto do meu país. Orgulho-me de muito do que fazemos. Orgulho-me dos nossos. Tomemos o Special One como exemplo. Não gosto do estilo de Mourinho, mas admiro. Não aprecio a arrogância e aquela forma pouco simpática de dizer que é o maior. Mas não posso deixar de aplaudir o percurso.
No caso em concreto – o homem dos Donuts – apenas disse que não era treinador para o Benfica. E não era. Não sei se o Eng. é, mas o Queiroz não era de certeza. Pelo plantel, pela direcção, pela época passada, pelas lesões, pelos caprichos. Poderás dizer-me que, se calhar, é competente demais para o Glorioso. Eu diria que seria o treinador certo para outro clube, não para o Benfica. Mas não lhe tiro os Campeonatos – do mundo incluído. Pois se o homem os ganhou...
Eu sou dos que acha que o que é Nacional pode ser tão bom como qualquer outro.
Agora que o homem não era o gajo para o Benfica, disso podes ter a certezinha absoluta.

Saudações desportivas

11:43 da manhã  
Blogger Gabriel Al Ves said...

Não as confundi. Limitei-me a apresentar duas ideias, dois intérpretes e uma mesma maneira, digna, de estar na vida.

12:10 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Interesting website with a lot of resources and detailed explanations.
»

7:59 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Hi! Just want to say what a nice site. Bye, see you soon.
»

3:32 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Great site loved it alot, will come back and visit again.
»

7:18 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home